O sucesso e a inveja

     Fala pessoal, como vocês estão? Espero que bem e com saúde.

    Hoje quero falar sobre como ser bem sucedido no Brasil faz com que te considerem um criminoso quase que instantaneamente por algumas pessoas.

    Estava navegando em um site de promoções quando vi o livro do Thiago Nigro - Do mil ao milhão (do canal do YouTube Primo Rico) quando me deparei com diversos comentário sendo que alguns falando muito mal do cara.







    Particularmente falando não sou muito de assistir todos os conteúdos dele, pois acho que algumas coisas são besteiras, como por exemplo as simulações de FII's ou valorização de ação ao longo dos anos mostrando como ficar rico. Também não compraria o livro dele, pois acho que não agregaria muito ao meu conhecimento.
    Mas sei que o cara presta um bom serviço na questão de educação financeira e concordo que ele ganha dinheiro de patrocínios, mas se tem algo que sei é que aqueles que fazer um bom serviço sempre serão bem remunerados.
    Acho que sempre vai ter gente criticando, mesmo o cara fazendo um trabalho gratuíto na Internet. Ele tem um projeto de Podcast no Spotify que achei bem interessante, já ouvi ele entrevistando o Peter Jordan que é do canal Ei Nerd e também vi uma entrevista com o Roberto Funari CEO da Alpargatas. Já no canal do YouTube, vi a entrevista com o Luiz Barsi o maior investidor pessoa física do Bovespa (confesso que achei a postura do Thiago Nigri meio bosta, se tratando do Barsi). 
    Na minha opinião, o que leva as pessoas a serem assim é puramente a inveja. Sonham e adorariam ficar ricos, mas quando olham alguém bem sucedido destilam ódio pela boca ou pelo teclado, nesse caso.
    O que as pessoas não percebem é o quanto isso é prejudicial para sí. Eles não entendem que a partir do momento em que odeiam os ricos e acreditam que todos são ladrões e aproveitadores, insconscientemente criam uma aversão a riqueza. Você nunca vai se tornar aquilo que você repúdia.
    Parece que assumir as próprias responsabilidades pela vida é algo difícil para muitos e deixam de olhar para seu próprio jardim para criticar o jardim do vizinho. Costumam pegar exemplos ruins, que existem em qualquer situação e tomam como verdade absoluta.
    Felizmente, sei que se você esta aqui em um blog de investimentos provavelmente não deve pensar dessa forma. Mas se pensa da mesma maneira da grande massa sobre a riqueza, recomendo que estude mais pois o sucesso só vem pra quem o deseja!

Grande abraço a todos.
Rumo a IF!    

     


Comentários

  1. Não acompanho o conteúdo do Tiago Nigro, portanto não posso analisá-lo e opinar sobre isso.
    Mas que tem uma infinidade de enganadores no Youtube isso tem. E ter essa consciência é necessário para não servir de público para qualquer um.
    E sei também que as opiniões expostas na internet muitas vezes são extremas, ou elogiam demais, puxam o saco demais ou detonam as pessoas.

    Falando sobre inveja. Na minha opinião nossa sociedade é bem complicada nesse ponto, ser bem sucedido e aparentar isso, é um afronta a muitas pessoas, muita gente não consegue aceitar e conviver com o sucesso alheio, inventam fofocas e intrigas ou simplesmente tentam se aproveitar da pessoa bem sucedida de alguma forma.
    OBS: Dentro de muitas famílias a inveja corre solta, família é importante sem dúvidas mas pode ser tóxica e pode ser uma âncora na vida de algumas pessoas, vale a pena ficar esperto.

    ResponderExcluir
  2. Eu também não acompanho o conteúdo desse influenciador digital.

    Sei que ele tem um livro que é sempre um dos mais vendidos na Amazon, confesso que minha opinião é baseada em "julgar o livro pela capa" e não gosto desses livros com títulos chamativos ou que "tentam ensinar receitas para o progresso", não desprezo quem gosta, é só questão do meu gosto pessoal.

    Ouvi dizer algumas histórias sobre dívidas no passado e sobre compra de apartamento e algumas pessoas acusando o cara de pregar uma coisa e fazer outra completamente diferente, eu sinceramente não sei o que é verdade e nem o que é mentira.

    Eu acho que qualquer influenciador tem uma mensagem para passar, cabe a nós espectadores, leitores e ouvintes refletir sobre o que foi passado e tomar nossas decisões, entretanto o que vejo é cada vez mais um sentimento de fã-clube, essas pessoas só escutam o que o influencer preferido delas fala e se você propõe um debate sobre o assunto elas simplesmente já partem para o ataque contra você, isso não é apenas sobre finanças, vejo isso espalhado por quase tudo na internet.

    Abraços,
    Pi.

    ResponderExcluir

Postar um comentário