Meu planejamento profissional

     Há um tempo atrás estava querendo viver dos investimentos, trades e etc mas percebi a grande dificuldade nisso. Primeiro que não tenho um capital elevado, o que por si só já prejudica e muito meus planos e tenho a responsabilidade principal que é meu filho, que depende de minha renda e por isso não posso jogar tudo para o alto e arriscar a estabilidade que conquistei ao longo dos anos no serviço público. No fundo, eu acho que eu sou um pouco "cagão" e gosto da estabilidade e segurança.

    Ainda assim,  constantemente fico insatisfeito com minha situação atual, pensando nas mais diversas possibilidades de melhorar na carreira ou mudar de carreira. Pensei até mesmo em fazer um curso tipo "biblioteconomia" pensando na baixa concorrência nos concursos públicos ou algo relacionado na minha área atual buscando um cargo comissionado o que daria um pequeno "buff" em meus rendimentos, mas em ambos os casos tomaria 4 anos de minha vida e acabaria por trabalhar em algo que não quero.

    O fato é que o nosso tempo é limitado e é necessário um foco para conseguir dar conta de tudo. De nada adiantaria começar diversas coisas simultaneamente e ser medíocre em todas. Por isso, após muito pensar cheguei a uma conclusão.

    

Definir um objetivo é fundamental.

    Decidi que investimentos é algo fundamental para o exercício de minha profissão, porém não tenho um perfil comercial, de modo que estou impossibilitado de trabalhar em bancos e instituições financeiras. Ressalto que já trabalhei em um grande banco de varejo e por isso sei como é o funcionamento interno e não me agrada ficar indicando péssimos investimentos para bater metas, com isso também podemos excluir corretoras nas funções de assessorias de investimentos.
    Após pensar muito, decidi focar minhas energias nos concursos públicos, mais especificamente nas carreiras da área Financeira. Isso engloba a CVM, que é um órgão fiscalizador da bolsa entre outras entidades como Banco Central, Secretária do Tesouro Nacional e concursos menores de auditorias.
    Meu foco principal será a CVM mas tendo a possibilidade de tentar as demais carreiras e além disso vai me ajudar com eventual transição para o serviço privado caso mude de ideia no meio do caminho, visando tirar o CEA para trabalhar com consultoria financeira ou algum outro certificado relacionado. De quebra, os estudos vão me auxiliar a ter um conhecimento técnico mais aprofundado sobre as empresas gerando a possibilidade de analisar aprofundadamente os investimentos que eu vou comprar ao longo do período de estudo.
    Por ser carreiras típicas de Estado demandam uma grande responsabilidade, mas atrelado a isso salários atrativos e autônomia. Vou precisar estudar matérias que a muito tempo não vejo como por exemplo Contabilidade, Português, Matemática Financeira e matérias que nunca vi como auditoria. Fato é que não é um objetivo fácil mas é um direcionamento. Como não tem nenhum edital aberto, em tese estou estudando antecipadamente, o que pode me gerar uma certa vantagem perante aos demais concorrentes.
    Pra isso acabei comprando um Tablet S6 lite para me auxiliar nos estudos, agora na Black Friday e assinei um ano do curso preparatório do Estratégia. As aulas em pdf's são excelentes, tem também algumas aulas em vídeos que são muito úteis principalmente agora no inicio onde preciso calejar o cerébro novamente para os estudos. Em outro post pretendo falar melhor sobre isso.
    Mas e vocês como estão em suas carreiras? Chegaram no objetivo final ou estão na batalha? Quais dicas vocês dariam pra quem esta voltando após os 30 anos a estudar visando a mudança de carreira ?

Grande abraço a todos.

Rumo a IF! 

Comentários

  1. já tiro mais de 10k líquido mensal
    parei num cargo intermediário
    sem animo para o decoreba dos concursos

    vou empurrar com a barriga minhas atribuições inuteis e burocráticas até os 70 anos

    abs!

    - scant

    ResponderExcluir
  2. Se eu conseguisse um concurso que pagasse uns 5k por mês de salário eu confesso que nunca mais iria querer outra coisa, só de saber que ia ter uma renda vitalícia e sem os estupros da iniciativa privada já estaria ótimo.

    Agora confesso que gostei muito da sua forma de planejar o futuro profissional através de concursos em áreas relativas ao setor financeiro. Eu gosto muito do assunto e acho que seria interessante trabalhar na área, mas também precisaria ser em uma função não-comercial pois infelizmente eu detesto (devo ser pelo menos um pouco autista) e a lida que estou tendo mais direta com o time comercial e clientes na minha nova função já está acima do que eu gostaria.

    Saindo um pouco do assunto mas não totalmente, acredito que o que nunca podemos é ficar parados e sempre temos que buscar algum tipo de aprimoramento. Eu mesmo depois que terminei a faculdade acabei optando por não participar de uma pós-graduação e focar em certificações técnicas para a minha area, confesso que no meu emprego atual nenhuma pós-graduação teria o mesmo efeito das minhas certificações.

    Abraços,
    Pi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sou analista de tribunal federal
      tiro mais de 5k desde 2013
      vivo na gaiola de ouro do serviço público
      já fui top em concursos e hoje nao lembro de quase nada...

      Excluir
    2. Particularmente falando não acho que 5k seja suficiente, é um valor que é bom pra se ter uma vida tranquila, mas não vai ter tudo do bom e do melhor, ainda mais com o custo de vida aumentando a todo momento. Pelo meus cálculos devo chegar na casa de 1 milhão em 10 anos e isso pra mim é MUITO tempo e ao contrário do que parece nem sempre é tão tranquilo o serviço público, pelo menos no meu caso que é Estadual. É um déficit de funcionário enorme, muito trabalho e pouco reconhecimento. Mas reconheco que existem órgãos onde é tetinha trabalhar, vide o Tribunal Regional Eleitoral, onde já fui estagiário e me sentia um vagabundo sendo o que mais trabalhava.

      Excluir
  3. Eu estou estagnado e me sinto engessado.
    Sou servidor público municipal e ganho 3.6k líquidos. Porém para a cidade em que moro e por ser servidor municipal o salário é razoável.
    O ideal seria um argo intermediário que pagasse algo em torno de 5k líquidos, mas é difícil um cargo com essa característica no serviço público municipal, especialmente em cidades pequenas.
    Dessa forma no meu caso o foco são cargos estaduais e federais.
    Nos últimos anos dimuíram os concursos e com isso já faz alguns anos que não presto concurso.
    A melhor colocação que tive foi um nono lugar para o Ministério da Fazenda para a cidade onde prestei, eram duas vagas disponíveis.
    Quem sabe a partir do ano que vem eu volte a tentar outros concursos, mas confesso que não estou tão animado e focado como já estive. No passado ia fazer concurso na capital, indo de ônibus no sábado passando a noite na estrada e voltava na noite do domingo e ainda trabalhava no dia seguinte.
    Hoje... Só de pensar no trabalho de ir fazer a prova já desanimo.
    Mas a dica é: Cargos intermediários estaduais e federais. É possível conseguir bons salários iniciais e no médio prazo estar ganhando 7, 8, 10k... Nesse caso especializações, Mestrado e Doutorado podem ser úteis se tiverem haver com o trabalho desempenhado podendo elevar bem o salário dependendo da Instituição.
    Outro ponto: A carreira de Professor em alguns Estados ou Município oferece bons salários e possibilidade de valorização para quem tem ou faz Mestrado ou Doutorado. Podendo render também salários acime de 7, 8k no médio prazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. toda hora abre um concurso pra analista de tribunal com salário de 7k inicial

      simples assim

      Excluir
  4. Acho que a CVM seria uma ótima opção. Outras boas opções são:BNDES, Banco do Brasil, Petrobras e etc. No próximo governo deve haver muito concurso para reposição dos últimos anos. Comece a estudar hoje, mantenha o foco e a disciplina!

    ResponderExcluir
  5. Rumo a IF

    Muito bom seu planejamento. Vc tem ideia de quanto tempo pra alcançar seu sonho? sei que alguns levam 2 anos e outros 10 anos, mas vc tem alguma expectativa em relação a isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, pra mim um número bom esta em 5 anos... mas nada é garantido né. Abraços

      Excluir

Postar um comentário